sábado, 15 de dezembro de 2018

Papo falho

Na minha opinião João de Deus fez ao menos alguma das coisas acusadas. Agora, valer apenas a palavra das pretensas vítimas consubstancia uma ditadura anti - direito. O que eu ou qualquer pessoa acha não tem valor algum. A lei do minuto seguinte é um absurdo e consubstancial o fim do direito brasileiro. É preciso acabar com isso. A palavra da vítima não basta porque a vítima pode não ser vítima coisa alguma ou uma acusadora por qualquer outro motivo até mesmo psicótico como para aparecer. É uma nova forma de ditadura. Tem de acabar .

Papa Xico: “homossexualismo e pedofilia são coisas diferentes “ Tão tá.